Com que game eu vou?

Apresentei uma proposta nova no congresso de recursos digitais na educação essa semana, me pareceu um bom caminho, a ideia central foi bem aceita! Tudo bem que bom mesmo seria ter compartilhado no blog antes, mas tá difícil de deixar um tempinho pra escrever aqui!

Vamos, lá né?

A base central da proposta é entender os games e como eles podem fazer parte do ambiente educacional. Os primeiros passo foram a significação dos games como linguagem, não como objetos e a descentralização da educação nos meios formais. Segui em uma discussão sobre a classificação dos games e alguns exemplos de narrativa para ilustrar a não linearidade de histórias e a flexibilidade do roteiro.

Apresentei um ppt que serviu como base para apresentação, são apenas tópicos, mas deixei disponível no slideshare:

Durante a conversa, questionamentos e reflexões fui mostrando alguns vídeos e infográficos que me ajudaram na montagem do raciocínio, segue a lista:
Infográficos:
Vídeos


Anúncios